Homem-Formiga: Mais uma Espécie Catalogada!

A Marvel nos surpreende mais uma vez com um show impressionante. Digo show, pois o próprio significado do nome Marvel em inglês remete à surpresa de testemunhar algo belíssimo.
BFOOT_BRAZILNos últimos anos, pouco a pouco, a Marvel criou seu Universo Cinemático. Os fãs de quadrinhos sempre contaram com alguns filmes de heróis, alguns deles bem marcantes, mas nunca interagindo uns com os outros de forma tão coesa e intrincada como a Marvel, onde os filmes conversam entre si. Os super-heróis finalmente podem realizar crossovers e ter histórias que complementam umas as outras. Uma fórmula que a cada filme lançado não parecia que daria tão certo como deu, fazendo até mesmo a Warner/DC Comics reagirem e irem pelo mesmo caminho.
Muitos fãs questionam a duvidam a cada filme a capacidade que eles têm de tornar a história mais empolgante e a cada filme a quantidade de pessoas caminhando aos cinemas e comentando sobre os filmes cresce, provando que eles sabem o que estão fazendo, que sabem boas escapatórias e maneiras de adaptar personagens tão diferentes para as telas do cinema.
Neste filme (ficha técnica aqui) Hank Pym (Michael Douglas), o primeiro Homem-Formiga precisa convocar um especialista em fuga e roubo, Scott Lang (Paul Rudd) para recuperar um traje similar ao seu e que pode trazer o caos à terra. Uma aventura urbana e com um veio mais terreno do que os filmes anteriores da Marvel, porém com desdobramentos bélicos que lembram o desejo humano por tornar toda invenção uma possível arma, assim como ocorre em Homem de Ferro e com os testes com o Tesseract em Vingadores.
homemformigareview2
Embora esse personagem esteja bem diferente de sua contra-parte nos quadrinhos, o Homem-Formiga encaixa-se perfeitamente no time de super-heróis da Marvel no cinema, oferecendo um toque humano ao conjunto. Ele reúne muito carisma, uma habilidade extremamente útil para o grupo dos Vingadores e tem uma filha para proteger, um motivo forte para acordar a cada manhã.
A Marvel acerta mais uma vez na escolha do casting. Paul Rudd traz uma naturalidade incrível ao papel, com as costumeiras piadas da Marvel, desta vez bem evidentes e pontuadas sempre que possível e bem amarradas à trama.
homemformigareview1
Somos introduzidos no percurso do super-herói, seu aprendizado, sua iniciação e sua jornada. Seus conhecimentos em eletrônica avançada e em fugas colocados à prova e a serviço de um propósito maior.
Ele tem de se acostumar rapidamente aos tipos das formigas, suas principais vantagens e como ele poderá se aproveitar delas para atingir seus objetivos. Somos colocados do outro lado da lupa, no mundo que consideramos irrisório. Cada pêlo, felpa e ser vivo no mundo das formigas ganha uma proporção magnânima e que não temos como vivenciar em nosso dia a dia.
homemformigareview3
O filme traz aquela nostalgia, pelos melhores momentos de Querida, Encolhi as Crianças, com todo o espanto e curiosidade de como as coisas são quando se tem o tamanho de um pequeno inseto. Acabamos por sentir a agonia a cada cena, da ação frenética de cada etapa vencida dos roubos, sempre pontuados pela ciência, o mais marcante dos aspectos dos filmes da Marvel e seus super-heróis.
homemformigareview4
Os efeitos 3D são um show à parte, ressaltando toda a paleta de cores do vilão em tons amarelo e preto e o Homem-Formiga no vermelho, além do cuidado na criação das cenas de ação, que mostram nossos objetos do dia a dia em perspectivas surpreendentes a cada cena.
Se eu tenho de fazer ressalvas ao filme seria principalmente por parte do vilão. Ele tem um propósito bem similar ao Obadiah Stane em Homem de Ferro, porém sem o mesmo espaço para desenvolver o personagem, sem mostrar do que é capaz realmente. Fora isso senti falta de mais cenas contando o passado de Hank Pym e sua esposa, mesmo gostando da maneira que foi apresentado.
reviewdohomemformiga5
Por outro lado há centenas de easter eggs que trazem referência a outros super-heróis, que não podemos citar para não passar spoilers, mas há até mesmo uma citação ao mapa de ataque à Estrela da Morte no filme para deleite dos Geeks de plantão, por exemplo.
Um poder incrível e que traz um fluxo de sangue novo aos próximos filmes da Marvel. Mais uma espécie de super-herói para um time cada vez maior de surpresas e altas emoções. Vale a pipoca do cinema, do Bluray e dos replays para pegarmos todas as referências.
 

Deixe um comentário

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a home
    Esse site utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de uso no site.