Saiba mais sobre o idioma de Wakanda, lar do Pantera Negra

Como o idioma de Wakanda foi escolhido para os filmes do universo cinematografico da marvel?

isiXhosa foi o idioma escolhido para representar a civilização de Wakanda. O idioma é falado por todos os povos de origem Nguni Bantu e é um dos oficiais da África do Sul.
O filme tenta trazer um impacto para as telonas semelhante ao ocorrido com o filme da Mulher Maravilha da DC Comics só que trazendo à tona algumas nuances sobre a cultura africana e fazendo críticas à segregação.
Os quadrinhos do Pantera Negra permitem uma crítica social como essa, visto que Wakanda se desenvolveu longe de qualquer influência de colonizadores, um fato de história paralela que nos faz imaginar o que teria havido se tal coisa ocorresse em nossa realidade.
E durante uma entrevista à MTV, o veterano John Kani falou sobre a escolha em questão, pontuando que além de estrelar a produção, foi o consultor do idioma no set de filmagens.
Em uma entrevista recente para promover o filme que foi exibida na MTV americana, John Kani falou um pouco sobre como ajudou o diretor Ryan Kyle Coogler (Creed: Nascido para Lutar) a escolher o idioma que seria a língua mãe oficial de Wakanda no cinema.

Aparentemente o ator, junto com seu filho Atandwa Kani ajudaram a construir o sotaque que T’Chaka e T’Challa usaram no filme Guerra Civil, como ele diz:
“O diretor e eu fomos desafiados a trazer uma fala que seria o ideal se dizer ao meu filho, interpretado pelo meu filho na vida real, Atandwa, de modo se encaixar com a trama. Teria de ser na língua nativa de Wakanda, então escolhi dizer algo em isiXhosa e o diretor e todos no set amaram – precisávamos disso, o diretor disse naquele momento.”
“Mesmo quando estava nas filmagens de Guerra Civil, eu que era o especialista em idiomas e meus colegas norte-americanos diziam: ‘fale algo com um som de clique’, quando estavam se referindo ao idioma isiXhosa. Meu filho e eu filmamos juntos em Atlanta e ele continuou a ajudar depois que terminei as participações assumindo como consultor de idiomas.”
A decisão final de usar um idioma nativo da região e ter certeza de que cada cidadão de Wakanda falasse no sotaque é prova de como o diretor Coogler estava motivado para ter certeza de que o filme, embora fosse uma ficção, trouxesse elementos da realidade da vida e da cultura da África.
Chadwick Boseman que interpreta o Pantera Negra explicou o motivo de T’Challa falar com um sotaque e isso fez sentido considerando que o país nunca interagiu com influências externas.
Designers responsáveis pelo filme viajaram para o continente africano para sondar elementos e ter certeza que as paisagens e fundos que eram feitos no estúdio trariam a sensação da África. A mesma atenção aos detalhes também foi dada aos trajes do elenco.
O diretor, ao ouvir especificamente uma conversa entre T’Challa e T’Chaka, pai e filho, na língua da África do Sul o deixou emocionado. É um momento que muitos que vivem nessa parte do globo podem se sentir representados de certa forma, pois é a forma como falam no dia a dia.
O filme estreia dia 15 de Fevereiro de 2018 e já está marcando a história como o filme da Marvel com mais ingressos vendidos nas primeiras 24 horas para a pré-estreia, superando os recordes de Capitão América 3: Guerra Civil. (veja mais sobre Guerra Civil nessa review do parceiro Pipocas Club).
Trailer Legendado:

E aí? Curtiram a atenção aos detalhes dada pela Marvel ao personagem e ao enredo? O que acharam das escolhas? Digam nos comentários abaixo.

Deixe um comentário

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a home
    Esse site utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de uso no site.