Pantera Negra Teve Cena de Abertura Criada Somente Após as Primeiras Exibições Experimentais

Pnatera Negra - Cena de abertura só foi adicionada pós primeiras exibições
Quem diria que um filme tão adorado pelos fãs e pela crítica teria uma finalização tão nos 45 do segundo tempo, não? (Alguns Spoilers A Seguir) Wakanda é uma nação isolada na África que é única não somente por nunca ter sido colonizada, por não sofrer influências da cultura ocidental, mas também pela tecnologia criada em Wakanda. O manto do Pantera Negra também é explicado, como parte da cultura de Wakanda, mas a audiência não tinha entendido plenamente o modo de vida de Wakanda e é aí que veio a ideia para a criação de uma cena de abertura. Em uma entrevista recente para a revista Empire, Nate Moore, produtor executivo do filme explicou que não havia cena animada de abertura na projeção inicial do filme, que isso foi produzido depois da má recepção pelo público. A cena de abertura de Pantera Negra, que explica a história e a cultura de Wakanda, foi adicionada somente após as primeiras exibições experimentais de audiência, que mostraram confusão do público, como relata Nate:
“Os espectadores realmente gostaram do filme, mas acharam uma dificuldade em entender exatamente o que estava acontecendo, pois não entendiam como Wakanda funcionava. Então havia coisas que relevamos e subestimamos, especialmente eu, como um fã de quadrinhos, e como um fã da Marvel Studios, pois entendíamos naturalmente como Wakanda funcionava, o motivo de estar oculta, entre outras coisas. Todos os espectadores, no fim das contas, entenderiam a história no terceiro ato, mas o começo parecia muito lento para eles, diziam coisas como ‘Ah, estou tentando imaginar como Wakanda se encaixa nesse mundo.’ Então começamos a pensar em como contar essa história de uma maneira que fosse envolvente e visual.” – Nate Moore
Pantera Negra não é o primeiro filme a implementar uma cena de abertura na história que explica a origem do mundo do filme. Moore diz que eles não poderiam apenas contar sobre Wakanda por escrito, tal como na abertura de Star Wars e é por isso que optaram por algo mais envolvente e visual, algo mais limpo e direto ao ponto e que pudesse explicar o modo de vida de Wakanda antes de pular de vez para a história em 1992, em Oakland. Para aqueles que não sabem, o homem narrando a abertura de Pantera Negra não é qualquer um, é o irmão de T’Chaka, N’Jobu (interpretado por Sterling K. Brown). N’Jobu estava contando ao seu filho, Erik (interpretado por Michael B. Jordan), sobre a história de Wakanda, enquanto dava aos espectadores uma breve lição de história. Essa não foi a primeira escolha dos produtores para a sequência, mas Moore disse, que, no final das contas, será muito satisfatório para os espectadores, principalmente ao assistir o filme mais de uma vez.  

Deixe um comentário

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a home
    Esse site utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de uso no site.