Dicas de como usar quadros temáticos na sala

quadros temáticos

Quer saber como utilizar quadros temáticos na sala de forma assertiva? Está no lugar certo! Aqui vamos dar as principais dicas para você fazer uma super decoração com seus quadros preferidos.

Certamente são dicas que irão te ajudar a realizar uma estratégia de decoração assertiva de acordo com o que você espera.

Obviamente, usar quadros na decoração da sala é algo bastante comum. No entanto, para criar personalidade nesse espaço considerado um dos principais em uma casa, é preciso pensar de forma estratégica e em vários elementos para conferir ao ambiente uma identidade única.

Nesse quesito, mesmo sendo algo praticante comum no sentido de que a maioria das casas e ambientes do mundo possuem quadros, eles são fantásticos para conferirem ao ambiente a temática desejada.

Afinal, você escolherá o estilo e as cores e pinturas, o tipo de quadro que combina com os móveis que você comprou com um fabricante de móveis de madeira da sala, etc.

E não importa o estilo de decoração, as possibilidades são infinitas. Isso porque existem quadros de todos os tipos, desde imagens, frases, até fotografias, telas e pinturas abstratas.

E os objetivos podem ser diversos, como objetivos psicológicos e emocionais, afinal os quadros transmitem informações e evocam reações e sentimentos facilmente ligados ao restante da casa.

Além disso, quadros podem ser bem colocados em diversos tipos de ambientes, como ambientes empresariais e qualquer tipo de organização, como empresa terceirizada de limpeza de escritório, por exemplo.

Então, confira agora essas 8 dicas para incorporar os quadros na sua casa de forma elegante e harmoniosa!

1. Invista em molduras que personalizam seu estilo

A primeira coisa a fazer para usar quadros temáticos na sua sala é definir e tentar manter a sua personalidade no espaço. Ou seja, um quadro na parede pode ser uma boa indicação da personalidade de quem mora naquele lugar.

Logo, os quadros não devem ser simplesmente expostos sem considerar a mensagem que queremos transmitir.

Portanto, para que o ambiente tenha uma identidade única, é importante imprimir sua personalidade de morador na composição da moldura decorativa, para que o ambiente possa ser reconhecido por quem ali mora, bem como por quem o visita.

Desta forma, a pintura tem um certo valor emocional, contando uma história, transmitindo emoção a quem entra em cena, ajudando a criar memórias inesquecíveis.

Além da casa, um quadro decorativo pode conferir a mensagem que a empresa quer passar. Por exemplo, uma empresa de jardinagem Ribeirao Preto pode investir bem em quadros das principais figuras mais icônicas.

Enquanto que um escritório de arquitetura pode implementar obras mais famosas como inspiração no ambiente. A criatividade de fato não tem limite, mas é importante estar tudo em harmonia com a missão e valores do ambiente.

2. Preste atenção na harmonia da decoração

Além da personalidade harmonizando com o ambiente, o estilo de decoração também deve se refletir de forma harmoniosa e assertiva na composição da moldura decorativa.

Ou seja, para uma decoração mais clássica, um porta-retratos ou pintura em tela pode realçar mais as obras de arte em exibição, bem como os móveis. 

Se o espaço for mais moderno e amplo, como uma grande empresa de construção e engenharia por exemplo, você pode misturar imagens de formas geométricas, paisagens e fotografias de prédios mais elaborados com ousadia.

Se o seu espaço é menor e mais intimista, as estampas são mescladas com pôsteres, frases e ilustrações, em diferentes molduras e tamanhos, super descoladas e alegres, trazendo um ar alegre e relaxante ao ambiente.

3. Escolha um local estratégico

Os quadros decorativos podem ser usados ​​em todos os ambientes da casa, desde a sala de estar, sala de jantar e TV, até quartos, banheiros, lavabos, cozinhas, escritórios e até garagens.

Mas claro que o foco aqui neste artigo são salas temáticas, portanto uma boa ideia é usá-los para acentuar espaços vazios da sala ou ao redor da sala, como corredores por exemplo. 

Como a sala é um ambiente que contém bastante móveis, os quadros precisam ser inseridos de forma estratégica para não poluir o ambiente.

Por estarem localizados em uma parte mais privada da casa, a história é contada por meio de uma combinação de fotos de família, frases inspiradoras, poemas e trechos de músicas que remetem a memórias emocionais.

As aberturas sob as escadas também são uma ótima opção de destaque e destaque, pois também não interferem na circulação e são pouco utilizadas. Misture a pintura com vasos de plantas e outros itens recreativos.

4. Escolha bem o seu método de fixação

É importante escolher um método de fixação, seja na parede que você fez aplicação de epóxi em parede ou qualquer outro tipo de inserção dos quadros da sua sala temática.

De fato, alguns tipos de inserção ficam bem mais estilosos do que outros, mas, no geral, os principais tipos de fixação que você vai encontrar no mercado para escolher são:

  • Pregos;
  • Ligas;
  • Adesivo;
  • Fechos metálicos;
  • Suporte;
  • Massa de colar.

Para determinar qual é a melhor forma de pendurar um quadro, é necessário analisar o tipo de moldura, o tipo de paredes e se precisa contratar um serviço de perfuração de concreto (se for o caso). Além de, claro, o estilo que você quer trazer para sua sala. 

5. Não se limite às paredes

Outra vantagem de usar quadros decorativos em um ambiente é a possibilidade de expô-los de diversas formas ao invés de pregá-los na parede.

Para quem aluga um local, por exemplo, e não quer danificar as paredes, fita dupla face ou fita de silicone podem ajudar dependendo do peso da moldura.

Caso seja em um local empresarial e for possível contratar com uma empresa encarregada de fazer o paisagismo para empresa, você não terá esse tipo de trabalho.

Esses materiais são mais eficazes. Outra opção é apoiar quadros em móveis, como aparadores e bancadas ou até mesmo no chão, encostados na parede. É super moderno e sofisticado.

Prateleiras, nichos e recantos também estão disponíveis como opção. Existem opções adequadas para suportar o quadro e eles não deslizam. Além disso, devido à sua baixa profundidade, não interferem na circulação e podem até ser utilizados em corredores.

6. Atente-se para a medição correta da parede

Não é necessário nenhum suporte de gerenciamento de obra residencial para aplicar bem os quadros de acordo com a altura adequada. 

É certo que, quando decoramos com pintura, a harmonia geral do ambiente faz toda a diferença. Ou seja, o quadro não pode ser deslocado para não desviar o foco para o desconforto.

Portanto, para evitar que isso aconteça, a composição do quadro deve estar na altura desejada, assim como seu alinhamento.

Pendurar um quadro em uma parede a 1,60 m do chão até o centro da obra é considerado a altura ideal. Essa medida permite que a maioria das pessoas observe o trabalho confortavelmente.

Quando colocado próximo a móveis, como sofá ou cômoda, a distância deve ser de 20 a 25 cm, e acima da cama com cabeceira (sem cabeceira, a altura deve ser de 60 cm do chão). No caso de escadas, os caixilhos devem seguir a sua inclinação.

7. Iluminação também é importante

A iluminação acentua os aspectos que compõem o quadro da imagem, principalmente ajudando a se destacar, para que o assunto fique realmente na posição de máxima exposição.

Por isso, é importante ficar atento às luzes e como elas afetam a decoração e o uso da moldura para que se comuniquem entre si. Então não pense duas vezes antes de ir até um comércio de luminárias e investir nas melhores luzes para o ambiente.

Certamente, experiências únicas por meio de retratos também envolvem esse aspecto da iluminação e do posicionamento que adornavam cada elemento.

Com isso, tenha o que há de melhor na frente da sala e em qualquer lugar da casa, proporcionando uma sensação cada vez mais importante e positiva.

8. Conte uma história através dos quadros

As histórias em cada quadro são essenciais, pois conseguem trazer essa ingenuidade e evocar as mais diversas emoções em diferentes cenários.

No caso de uma sala temática, é preciso se enquadrar no tema que você escolheu, seja ele vintage, elegante, clean, geek, etc.

Por exemplo, vamos considerar uma sala geek, os quadros com desenhos dos principais jogos e séries preferidas ficam perfeitos para trazer uma temática ao ambiente.

Se o seu objetivo é uma sala vintage, pinturas barrocas com molduras de madeiras se encaixam muito bem nesse contexto. 

Se você é um arquiteto e quer uma sala com esse tema, os quadros com essa temática também trarão estilo e personalização à sua sala. É só usar a criatividade!

O importante é você contar a história do tema que você quiser através dos quadros e outros elementos decorativos também.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para a home
    Esse site utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de uso no site.